O fenômeno da terceirização de mão de obra

A terceirização de mão de obra é um fenômeno em todo o mundo e, a cada dia que passa, mais empresas buscam esse tipo de trabalho para suprir suas necessidades. Um fato que impulsionou esse crescimento foi a globalização da economia, ajudando no desenvolvimento das organizações, mas também aumentando a concorrência. Com mais demanda e uma busca constante de se diferenciar do mercado, os serviços terceirizados surgem como uma oportunidade de diminuir esforços desnecessários e focar nas atividades-fim, aquelas que são principais e essenciais.

A terceirização de mão de obra e suas características

Terceirizar mão de obra é uma ação que consiste na contratação, por parte de uma organização, de serviços de outras companhias para realizar uma atividade, sem ter vínculo empregatício. O terceiro é recrutado, entrevistado, contratado e treinado pela prestadora, que é especializada no assunto e consegue ter uma entrega rápida e eficiente. O trabalho, em geral, está ligado à área de serviços, como os de limpeza, recepção, vigilância, manutenção e demais tipos, incluindo os temporários.

Segundo a Legislação, o trabalho pode ser tanto para desenvolver atividades-meio, como atividades-fim. Além disso, os terceirizados têm todos os seus direitos reconhecidos por lei, assim como os temporários, através da Lei 6.019/74 e sua atualização pela lei 13.429/17. Toda terceirização deve ser firmada entre as empresas envolvidas, assim como entre trabalhador e prestadora, para que haja legitimidade e garantia.

Outro ponto a ressaltar é que terceirizar mão de obra é bom para o contratante e o contratado. Para o primeiro, há vantagens como: diminuição de custos, substituição e/ou aumento de equipe de forma rápida e qualidade. Já para o segundo, pode ser uma oportunidade de entrar ou voltar ao mercado, ganhar experiência e fazer uma renda extra. Há também a possibilidade de efetivação e desenvolvimento, que ainda é um dos principais objetivos que as pessoas buscam realizar em uma empresa.

O fenômeno que veio para ficar

A terceirização de mão de obra é um processo que teve origem nos Estados Unidos, com o início da Segunda Guerra Mundial. Como havia uma grande necessidade de produzir armamentos, as indústrias começaram a passar algumas atividades para as empresas prestadoras de serviços. Isso se estendeu até a década de 80, quando as organizações começaram a se interessar mais por seus clientes e desejavam atingi-los de forma mais efetiva, focando seus esforços nisso.

Outro ponto que fez com que essa atividade crescesse foi a mudança do mercado e o aumento intenso da concorrência. Houve uma redução de cargos na empresa, assim como da hierarquia, um processo chamado de downsizing. O resultado disso foi um ganho de agilidade para atender o cliente e evolução da forma como se monta a equipe de trabalho e, aqui, a terceirização ganha força e se torna cada vez mais comum.

Em suma, é possível dizer que a globalização e o downsizing foram responsáveis pelo pensamento que, se eu demandar certas atividades para terceiros, terei mais tempo para o meu trabalho principal. Uma curiosidade é que aqui no Brasil a terceirização iniciou por conta da vinda das empresas multinacionais, principalmente as de grande porte, na década de 90. O que acontecia era que havia uma necessidade de diminuir alguns custos com mão de obra, e a contratação de terceiros foi a saída, assim a empresa ganhava qualidade, eficácia, melhorava a produtividade da equipe e conseguia encontrar meios de se manter competitiva.

Por fim, é possível afirmar que a terceirização de mão de obra é essencial para que sua organização se desenvolva, diminua custos e continue com a produtividade em dia. Escolha uma empresa séria e que tenha o know how necessário para te entregar os melhores profissionais. Conheça a TecX ParK e os nossos serviços clicando aqui, temos o Certificado de Registro de Empresa e Trabalho Temporário.

Elaborado por: Rafaella Guita – Departamento de Marketing

 

Deixe uma resposta