Mão de obra temporária: 4 vantagens em contratá-la

O serviço de mão de obra temporária é prestado por uma pessoa física que é contratada através de uma empresa terceirizada, colocando-se assim à disposição da empresa contratante, para exercer uma atividade específica, atendendo às necessidades da contratante que, em muitos casos, busca alguém para cobertura de férias, substituição imediata de pessoal ou em complementar a equipe por conta de uma nova demanda. Para contratar esta mão de obra, é imprescindível procurar por uma empresa que trabalhe de acordo com a Lei 6.019/74 e seja conceituada no mercado, para que haja qualidade no serviço prestado e benefícios à sua empresa.

Como já se sabe, existem muitas vantagens em contratar trabalhadores temporários. E, como dito acima, quando temos uma empresa terceirizada e com boa reputação no mercado para fazer essa administração de equipe, os ganhos são ainda maiores. Confira abaixo o que separamos para você. Tenha uma boa leitura!

mão de obra temporária

  1. Os contratos de trabalho são mais enxutos

Os contratos de trabalho temporário têm essa característica não só por serem feitos em tempo específicos, mas também por ser utilizado, na maioria das vezes, em duas situações:

  • A empresa necessita substituir seus funcionários, porque possui pessoas que foram afastadas, estão de férias ou em licenças;
  • Houve uma demanda de trabalho fora do comum, então são necessárias pessoas para cobrir estes casos específicos.

É claro que podem ocorrer outros casos que demandarão mão de obra temporária, mas focamos nos mais comuns. As características que consideram esse tipo de contrato enxuto incluem também o prazo de duração estipulado para 3 meses e com extensão para no máximo de 9.  Sendo importante ressaltar que só pode ser feito por uma empresa especializada em terceirização de mão de obra.

Deixamos aqui também uma curiosidade sobre a duração do contrato em relação à legislação. Antes da reforma trabalhista entrar em vigência, o contrato tinha somente uma duração de três meses (90 dias), agora ele pode se estender até seis meses (180 dias) e, além disso, também tem a possibilidade de prorrogá-lo para até mais 90 dias, somando um total de 9 meses.

  1. Existe maior motivação do profissional

Por mais que poucas pessoas percebam isso, o trabalhador temporário tem duas formas de receber feedback: um da terceirizada e outro da empresa contratante. Ou seja, ele ganha duas oportunidades para ser avaliado e ganhar bonificações por desempenho. Apesar de ser papel da empresa terceirizada recrutá-lo e treiná-lo, é na contratante que ele terá vivência diária e trabalhará de acordo com suas demandas e habilidades.

Além disso, o trabalho temporário tira muitas pessoas do desemprego, oferecendo oportunidade de volta ao mercado. Quando as pessoas ficam certo tempo paradas e ganham uma nova chance, estão com o que chamamos de “sangue novo”, com mais vontade de fazer e crescer.

  1. Há maior segurança contratando mão de obra temporária

Um dos primeiros pontos que se encaixam nesse quesito é que, caso a contratante necessite, ela pode finalizar o contrato, mesmo que não tenha dado os 3 meses de vigência. Outro ponto importante é que o contrato da mão de obra terceirizada é feito através dos requisitos da Lei nº 6.019/1974, que ajuda a guiar as empresas envolvidas e também o trabalhador para que entenda seus direitos.

Requisitos legais para as empresas contratantes
  • Acúmulo extraordinário de trabalho;
  • Substituição de funcionários regulares.
Segurança da mão de obra temporária: direitos trabalhistas

Segue abaixo os direitos trabalhistas de acordo com a Lei 6.019/74:

  1. Remuneração equivalente à percebida pelos empregados de mesma categoria da empresa tomadora ou cliente calculado à base horária, garantida, em qualquer hipótese, a percepção do salário mínimo;
  2. Jornada de trabalho de oito horas, remuneradas as horas extras, não excedendo duas, com acréscimo mínimo de 20%;
  3. Férias proporcionais e 13º salário proporcional;
  4. Repouso semanal remunerado;
  5. Recebimento adicional por trabalho noturno;
  6. FGTS, sem a multa de 40%;
  7. Seguro contra acidente do trabalho;
  8. Proteção previdenciária nos termos da Lei Orgânica da Previdência Social.
  1. A economia

A primeira parte da economia para a contratante ocorre no momento do Recrutamento e da Seleção dos candidatos e/ou futuros colaboradores. Uma vez que não há custos adicionais para este serviço e também pode obter contato com grandes talentos, tendo em mãos o poder ou não de firmar um contrato definitivo com esses profissionais. Ademais, a contratante não arca com gastos de aviso prévio ou multa de FGTS no momento de término de contrato.

Outro ponto que fica entorno da economia, é o fato da mobilização e desmobilização de pessoas, pois, mesmo que seja em grande quantidade ou com necessidade de rapidez, a terceirizada irá te atender prontamente. Fato que não seria tão simples caso fosse feito dentro da própria empresa, uma vez que precisa de uma equipe específica para fazê-lo.

A mão de obra temporária é uma opção para as organizações que estão em busca de profissionais qualificados em um espaço curto de tempo. Caso esteja buscando uma empresa que siga os requisitos da Leia nº 6.019/74 e tenha expertise no negócio, conte com a TecX SerV e garanta os melhores resultados para a sua empresa.

Deixe uma resposta